De Mal a Pior

De Mal a Pior

00:00 / 00:00

Sinopse

Pobre Noah Grimes! Seu pai desapareceu há anos, o tributo de homenagem à Beyoncé de sua mãe é um embaraço inaceitável e sua amada avó já não é ela mesma. Ele só tem um amigo, o Harry, e a escola é... bem, é um Inferno. Por que Noah não pode ser normal, como todos os outros na escola? Talvez, se ele conseguisse namorar com alguém - a perfeita e encantadora Sophie -, ele seria um garoto mais "aceitável"? Mas os planos de Noah desmoronam quando Harry o beija em uma festa. É aí que as coisas vão de ruim a um absoluto caos. Se você acha que sua vida é difícil, definitivamente você deveria conhecer o dia a dia do Noah, mas não esqueça de cerca-se de amuletos para espantar a má sorte. "De mal a pior é maravilhosamente divertido, com um personagem brilhante e inesquecível."

Narrador

Rodrigo Dorado
Rodrigo Dorado
Rodrigo Dorado, nasceu em Buenos Aires dia 5 de maio de 1986, é ator desde seus 17 anos. Iniciou no teatro no colégio convencional e inspirado pela paixão seguiu estudando artes cênicas até tornar-se profissional.
Atuou em diversas peças de teatro, na TV começou com a participações em algumas produções da Globo, como Minha nada mole vida e Negócio da China. Na sequência, atuou na série Marcas da vida na Record. Teve a oportunidade de atuar como Bernardo na novela Rebelde da também da rede Record, dirigido por Ivan Zettel.
Em 2013 voltou à Globo na novela Saramandaia fazendo o personagem Zico Rosado jovem, vivido pelo protagonista José Mayer.
Participou também da última novela do Manuel Carlos com direção de Jayme Monjardim, fazendo o personagem Thiago da segunda fase da novela “Em Família”. Em 2015 assinou com o SBT e está novamente nas telinhas na novela “Cúmplices de um Resgate” no SBT, fazendo o personagem Dinho Borba Gato.
No cinema atuou no longa-metragem Bruna Surfistinha (2010), de Marcus Baldini e Andaluz direção de Guilherme Motta. Atuou também em diversos curtas metragens que viajaram o mundo em festivais, e alguns que estrearão esse ano como: Sobre Papéis do diretor Pedro Paulo Andrade, Vazio do diretor Hsu Chien e também no Noturno nº1 do diretor Ulysses Cruz.